COM QUANTOS PAUS SE FAZ UMA CANOA?

Autor Dafné Didier 3 de Janeiro de 2018

Quem me conhece saber que minha avó é cheia dos seus “ditados”, alguns que ela cria – de onde não sei –  e outros bem populares, como esse: Com quantos paus se faz uma canoa?

Esse é um ditado popular que pode tem várias significados e aplicações. Pode significar “ensinar a fazer algo”, “aplicar um corretivo”, “corrigir erros”, “supera dificuldades” e até mesmo ser usada como algo vingativo!

Mas a aplicação que hoje vou usar é: Ensinar a fazer algo!

(Apesar que minha avó me mostrou com quantos paus se fazia uma canoa quando dei um baita susto nela, hehehehe)

Quando você é coordenador, supervisor, gerente ou qualquer outro cargo de gestão na indústria que você está, além das muitas atribuições que tem, a maior e mais importante, da qual não poderá se afastar, é ensinar!

Isso mesmo!

E-N-S-I-N-A-R

 

Ou você achou que chegando no seu atual cargo de gestão iria só mandar e mandar? Lembre-se meu querido Guardião de alimentos e visionário, gestor da Qualidade não é Deus!

Em toda minha carreira de gestão, sempre tive equipes que precisaram ser capacitadas, ensinadas. Qualquer novo colaborar que fosse contratado nunca começava suas atividades sem antes receber o conhecimento necessário.

E, nesses processos, sempre fiz questão de participar pessoalmente. Para lhe ajudar a começar 2018, vou lhe dar 3 dicas:

1 – Abra sua mente!

mente aberta

Eu passei o ano de 2017 dizendo que: “minhas ideias aceitam novas ideias”!

Seja um gestor mente aberta! Não se feche para o mundo achando que apenas você é quem domina o assunto e que não tem mais nada a aprender.

Abra sua mente para o novo, permitindo que novas ideias entrem e melhorem seus processos, suas auditorias e sua equipe. Sempre teremos o que aprender, sempre teremos algo novo para conhecer.

Saia da sua zona de conforto e se desafie para novos conhecimentos. Pare de ficar criticando o que você não conhece.

Seu papel como gestor é liderar sua equipe para a excelência dos processos e para isso você tem que aceitar qualquer ideia, sem nenhum PRÉ-CONCEITO.

Então, comece esse 2018 procurando um curso para reciclar seus velhos conhecimentos. Mas não procure por algo muito novo, recomece se reciclando do básico, tenho certeza que você vai ver que muita coisa mudou.

2 – Para ensinar, eu preciso aprender!

qualidade, ensinar

 

Não existe a mínima possibilidade de um gestor querer transmitir o conhecimento para sua equipe, sem que antes ele não tenha prática no assunto.

É necessário a cada dia estar aberto a novos conhecimentos, como também reciclar os “velhos” conhecimentos. A velocidade com que as coisas mudam é inacreditável! Então, não queira passar a imagem do sabe tudo, quando na realidade você não sabe nada!

Concorda comigo que o mundo está cheio de “Xuxas”?

Passam a imagem que canta muito e estão faturando alto com isso, mas na realidade só estão dublando!

Não seja um dublador! Não finja que sabe fazer!

Leia, faça um curso, pratique e até mesmo erre. Só após obter o conhecimento, você conseguirá capacitar sua equipe para que se tornem profissionais que sabem resolver os problemas do dia a dia.

3 – Coloque a MÃO NA MASSA!

mao na massa, tacta,

Amiguinho… Passou o tempo que “siga o chefe” era a principal preocupação na indústria. Ter uma equipe que soubesse seguir ordens sem questionar e ser apenas “mão de obra” é tão ultrapassado quanto internet discada.

Não se aprende apenas com blá, blá, blá, mas sim com EXEMPLOS!

Para ensinar você precisar mostrar à sua equipe como se faz. Precisa sair da sua zona de conforto, da sua sala limpinha e moderninha e ir colocar a MÃO NA MASSA!

Treinamentos que apenas mostram slides, sem qualquer demonstração prática não servem de nada. Pois as pessoas não aprendem com o que falamos, mas sim com o que elas veem.

Pratique o TBC (tirar a bunda da cadeira), meu caro gestor!

Quer ensinar à sua equipe como higienizar um equipamento? Coloque o jaleco, luvas, óculos de proteção e FAÇA VOCÊ MESMO!

Sua equipe é muito grande, contrate uma empresa para cursos in company. Mas fuja de treinamento em que o instrutor vem apenas com seu bom e velho jogo de slides na tela!

Procure empresas com cursos práticos, dinâmicos, divertidos e principalmente MÃO NA MASSA!

Na minha vida profissional, juntar esses 3 ingredientes foi fundamental para poder ENSINAR às minhas equipes.

Ah, e respondendo à pergunta do texto: Com quantos paus se faz uma canoa?

 

Com um só!

 

A Canoa é uma embarcação indígena que consiste num tronco oco.

Então meus caros guardiões de alimentos e visionários, tornem-se esse tronco para construir sua canoa do conhecimento.

Abraços

Autor

AUTOR

Dafné Didier

Fundador da Tacta Food School e da Alimentus Consultoria. Guardião de Alimentos. Marido. Professor. Consultor. Palestrante. Apaixonado por legislações.

Minhas ideias aceitam novas ideias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Faça parte da nossa rede
para receber conteúdo de primeira
e interagir com profissionais do setor!

Voltar ao topo Voltar ao topo